Brasileiro que atuou nos Jogos de Sochi será voluntário na Rio-2016

Por Paulo Roberto Conde

Nas tardes daquele mês de fevereiro de 2010, o paulista Igor Lafaeff teve apenas um programa: assistir aos Jogos Olímpicos de Inverno, que ocorriam em Vancouver, no Canadá.

Sem trabalho à época, descobriu com prazer modalidades como esqui alpino, cross country e hóquei no gelo. Em sua cabeça, estava claro que queria continuar envolvido com o movimento olímpico.

Como as aptidões esportivas não seriam suficientes, de cara já cogitou uma saída. “Eu sempre gostei de Olimpíadas. E sou descendente de russos. Aí pensei que poderia aliar o sonho de ver os Jogos Olímpicos e conhecer a terra dos meus avós”, contou.

Igor se inscreveu no programa de voluntários para os Jogos de Inverno de Sochi, na Rússia, que ocorreram em fevereiro e março deste ano. Passou pelo processo seletivo em 2012, e, como já “arranhava” a língua, foi bem aceito.

Igor Lafaeff em montanha durante os Jogos Paraolímpicos de Sochi, neste ano (Crédito: Arquivo pessoal)
Igor Lafaeff em montanha durante os Jogos Paraolímpicos de Sochi, neste ano (Crédito: Arquivo pessoal)

“Passei por treinamento online e entrevista pelo Skype”, disse. Surgiu, aí, um porém: diferentemente de 2010, em 2012 ele já estava empregado. Felizmente, depois de aprovado no recrutamento para Sochi, seu chefe lhe concedeu férias.

Investiu R$ 2 mil do bolso para custear a passagem e partiu para os Jogos Paraolímpicos, em março. “Trabalhei na Vila Olímpica. Ajudei no transporte de bicicletas, joguei videogame e ping-pong com atleta e, nossa, troquei muitos pins. Minha credencial pesava um quilo de tanto pin que eu peguei”, afirmou.

“Fiquei abismado com aquilo. Mas havia poucos brasileiros lá. Vou encontrar uma situação muito diferente no Rio. Acredito que será um grande evento”, declarou.

Igor, hoje com 27 anos, continuará sua vida de voluntário nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016. Ele foi “descoberto” ainda em Sochi, por autoridades da organização do Rio, e recebeu convite para se integrar a um grupo de 20 voluntários pioneiros para 2016.

O voluntário Igor Lafaeff, que trabalhará na Rio-2016 (Crédito: Arquivo pessoal)
O voluntário Igor Lafaeff, que trabalhará na Rio-2016 (Crédito: Arquivo pessoal)

“Lá em Sochi mesmo acertei de ‘trabalhar’ como voluntário na Rio-2016″, disse.

Nesta quinta-feira (28), ele, inclusive, está na capital fluminense para participar do lançamento do programa de voluntários para 2016.

Os interessados no programa podem se inscrever pelo site www.rio2016.com/voluntarios.